Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

DOENÇA CELÍACA. ESTUDO CLÍNICO EM 27 CRIANÇAS

Posted on 00:09 by oncare



RESUMO
Os autores estudaram os aspectos clínicos da doença celíaca em 27 crianças portadoras dessa doença, analisando algumas informações de anamnese e de exame físico importantes para o diagnóstico da mesma. A distensão abdominal ocorreu em 100%, a diarréia e o deficit ponderal em 93% dos casos. A idade de apresentação dos sintomas e a idade em que foi feito o diagnóstico, assim como o intervalo de tempo entre as mesmas, foram mais tardias em relação às da literatura, situação essa atribuível às diferenças de hábito alimentar, à pouca disponibilidade de recursos diagnósticos e à confusão diagnostica com desnutrição primária e enteroparasitoses.
A doença celiaca é uma importante causa de diarréia crônica e desnutrição nos países da Europa. No Brasil, a alta incidência de má nutrição protéico-calórica primária e de enteroparasitoses
freqüentemente dissimula essa doença proporcionando confusão diagnostica.
Dentro do contexto atual da doença celiaca se destaca, cada vez mais, a necessidade de se estabelecer em tempo hábil um diagnóstico de certeza pois, tal diagnóstico, implica na instituição de uma dieta rigorosa e prolongada. No diagnóstico diferencial, deve ser levado em conta ainda o incremento de citações de casos de formas atípicas ou monossintomática1'11'12'13'18'19625 e de casos de aparecimento precoce associados à prática da introdução de cereais nos primeiros
meses de vida 17. Esta última situação freqüentemente proporciona confusão diagnostica devido à semelhança do quadro clínico com a intolerância secundária aos dissacarídeos 7.
Relatos quanto à modalidade de apresentação dessa doença no nosso meio são escassos2. Dessa forma, o presente trabalho •tem por objetivo relatar a nossa experiência e analisar os elementos clínicos mais importantes para o diagnóstico presuntivo da doença celiaca.
mais

No Response to "DOENÇA CELÍACA. ESTUDO CLÍNICO EM 27 CRIANÇAS"