Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

A representação social do trabalho do enfermeiro na programação em saúde

Posted on 00:21 by oncare


Antonio Marcos Tosoli Gomes
Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Denize Cristina de Oliveira
Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sérgio Corrêa Marques
Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro


Resumo: Este estudo tem como objeto o trabalho do enfermeiro na programação em saúde; seu objetivo é descrever e analisar a prática profissional dos enfermeiros no interior da programação em saúde. Adotou-se como referencial teórico-metodológico a teoria das representações sociais,
segundo Moscovici (1978) e Jodelet (2001). Trata-se de um estudo qualitativo desenvolvido no interior do Rio de Janeiro. Foram realizadas entrevistas em profundidade com 30 enfermeiros da rede básica. Os dados foram analisados por meio da análise lexical pelo software ALCESTE. Os dados revelam a existência de tensão na prática profissional entre ações prescritivas e liberdade de ação, a necessidade do conhecimento científico para o trabalho programático e o atendimento holístico e integral como próprio do enfermeiro. Concluise que o enfermeiro possui um importante papel no trabalho programático, especialmente ao definir e trabalhar com o seu papel próprio, utilizando ações delegadas como instrumentais à sua prática.


Palavras-chave: enfermagem em saúde pública; representação social;planos e programas de saúde.


SOCIAL REPRESENTATION OF THE NURSE’S WORK IN HEALTH PROGRAMME
Abstract:
The object of this study is the work of nurses in health program; it aims at describing and analyzing nurses professional praxis inside health program. The theory of social representations, according to Moscovici (1978) and Jodelet (2001), has been adopted as theoretical and methodological referential. It is a qualitative study that had been developed
in the inner part of Rio de Janeiro. Deep interviews had been applied to 30 nurses from the basic health system. The data was analyzed through ALCESTE software lexical analysis. The data have shown that there is tension in professional praxis between liberty of action and prescriptive actions, need for scientific knowledge for programmatic work and holistic and full care as
nurses self-procedures. It is concluded that nurses have an important role in programmatic work, especially when defining and working their self-roles using delegated actions as tools for their praxis.
Keywords: public health nursing; social representation; health plans and programmes.



FONTE: Biblioteca Virtual em Saúde


more/mais

No Response to "A representação social do trabalho do enfermeiro na programação em saúde"